Ajustamento Individual
 Início / Instrumentos
Nome do instrumento (versão portuguesa)

PDPI-R – Inventário de Fatores de Risco para a Depressão Pós-Parto-Revisto

Nome do instrumento (versão original)

PDPI-R – Postpartum Depression Predictors Inventory

Autores e data da versão original

C. T. Beck, 2002

Autores e data da versão portuguesa

Stephanie Alves, Ana Fonseca, Maria Cristina Canavarro & Marco Pereira, Versão Experimental (estudos psicométricos em curso)

Dimensões avaliadas

Descrição geral: Este instrumento avalia a presença de fatores de risco associados ao desenvolvimento de sintomatologia depressiva após o parto (Depressão Pós-Parto). É constituído por 2 versões: a primeira pode ser administrada na gravidez ou no pós-parto (versão pré-natal: 10 fatores de risco avaliados por 32 itens), sendo a outra administrada no pós-parto (versão pré-natal + pós-natal: os 10 fatores de risco + 3 adicionais avaliados por 7 itens). Apesar de a versão original do instrumento ter sido desenvolvida para ser administrada por um entrevistador/profissional de saúde, estudos posteriores demonstraram a adequação da sua utilização como instrumento de autorresposta. Do ponto de vista clínico, versões recentes do instrumento indicam um ponto de corte que nos permite identificar, de forma geral, o nível de risco das mulheres em vir a desenvolver sintomatologia depressiva no pós-parto (i.e., pontuações mais elevadas indicam a presença de mais fatores de risco).

 

Número de itens: 39 itens (Versão completa), com escala de resposta dicotómica (Sim/Não), à exceção dos dois primeiros itens (6 e 3 categorias de resposta, respetivamente).

 

Factores:

  • • Estado civil
  • • Nível socioeconómico
  • • Autoestima
  • • Depressão pré-natal
  • • Ansiedade pré-natal
  • • Gravidez não planeada / não desejada
  • • História prévia de depressão
  • • Apoio social (parceiro, família e amigos)
  • • Satisfação conjugal
  • • Acontecimentos de vida indutores de stresse (problemas financeiros, problemas conjugais, morte na família, doença grave na família, mudança de casa, desemprego, mudança de emprego)
  • • Stresse nos cuidados ao bebé
  • • Temperamento do bebé
  • • Blues pós-parto
Referências

Versão portuguesa do instrumento:

 

  • Alves, S., Fonseca, A., Canavarro, M. C., & Pereira, M., Estudos psicométricos em curso.

Outras versões do instrumento:

 

 


 

   

Centro de Investigação em Neuropsicologia e Intervenção Cognitivo-Comportamental - Universidade de Coimbra | Todos os direitos reservados